Já aí andam os rumores. Parece que a Canon está a dias de anunciar a sucessora da 5D Mark III, lançada em março de 2012. Não há ainda muita coisa para se saber, excepto que deverá chamar-se Canon 5Ds, trará uma dose dupla do novo processador, o DIGIC 6, e um sensor de 50,6 megapixels full frame, com capacidade de redução para APS-C e para uma solução intermédia (com fator de crop de 1.3x)

Consta-se ainda que o novo modelo não existirá apenas numa só versão. A marca japonesa deverá colocar à disposição também uma 5Ds R, que marca a diferença por não trazer o filtro low-pass – cuja função é eliminar o moiré – para conferir mais sharpness à imagem (fica à consideração do fotógrafo se esta funcionalidade compensa o facto de não se poder fotografar coisas às risquinhas).

A gama de sensibilidades vem bem mais apertada. O ISO possível será entre 100 e 6400, a fatura a pagar por um filtro de cor fortalecido que, diz-se, trará a melhor resolução de cor de sempre da marca. De resto, sabe-se ainda que terá um sistema de focagem de 61 pontos, fotómetro com sensor de infravermelhos e pouco mais.

O que me interessa realmente saber sobre uma câmara com meia centena de megapíxeis é que particularidades serão aproveitadas deste sensor megalómano para a captação de vídeo? Vamos ter 4K? E um DIGIC 6 duplo permitirá finalmente filmar em 120 frames por segundo em altas resoluções? Pelo menos uma coisa fica já garantida: uma gama de dinâmicos como nunca se viu.

E o preço? Já li algures 4000 dólares.

Leave a Reply

Your email address will not be published.